D&D 4th Edition Brasil
Bem-vindo ao fórum "D&D 4th Edition Brasil"!!!
Comunidade para debater e jogar D&D online.
*Cadastre-se em nosso fórum;
**Adicione-nos aos seus favoritos (CTRL + D);
***Apresente-se! Recebe as boas vindas de nossos membros, e;
****Jogue online o melhor RPG do mundo.

D&D 4th Edition Brasil

Comunidade para discussão e formação de mesas online de D&D 4E!
 
InícioInício  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 [Aula de Fluff do Shaolin 2] Fontes de Poder e Tipos de Dano

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
kira_shaolin
MOD/Taverna
MOD/Taverna
avatar

Mensagens : 442
Idade : 24
Local : São Paulo/SP

MensagemAssunto: [Aula de Fluff do Shaolin 2] Fontes de Poder e Tipos de Dano   Dom Jan 02, 2011 7:59 pm

Olá, pessoal. Eu pretendo começar as aulas de fluff sobre classes, monstros, etc. Mas antes de tudo, tem-se que pensar... “de onde vêm esses poderes?”. Você acha que aquela explicaçãozinha do Livro do Jogador 1 é o suficiente? Prepare-se, pois nessa aula, nós vamos aprender sobre Fontes de Poder, e os Tipos de Dano!

--------------------------------------------------------------------
ÍNDICE

1. As Fontes de Poder

2. Poder Marcial

3. O Poder Arcano

4. O Poder Divino

5. O Poder Primitivo

6. O Poder Psiônico

7. O Poder das Sombras

8. Tipos de Dano


--------------------------------------------------------------------

1. As Fontes de Poder

Todo personagem no Dungeons & Dragons possui suas habilidades. Algumas são habilidades que estão percorrendo seu sangue, outras vieram do aprendizado. Umas são oferecidas pelos deuses, outras vem da mente e espírito do personagem.
Atualmente, existem seis tipos de fontes de poder: Marcial, Arcano, Divino, Primitivo, Psiônico e das Sombras. Vamos começar!


2. Poder Marcial

Nos termos científicos, o poder marcial é “toda e qualquer habilidade exercida com o próprio corpo, que é resultado de um intenso treinamento físico”. Isso provavelmente você já sabe. Na acepção tradicional, as proezas marciais não são feitos mágicos, por mais que muitas vezes, sejam acima de qualquer capacidade mortal.

Essa fonte de poder vem da força corporal, habilidades manuais, acrobacias, agilidade e determinação dos heróis, sendo necessários diversos anos de treino para chegar num estado em que podem ser considerados “aventureiros”.

O treinamento deles, no entanto, não é só no corpo. Para começar, a resistência física, principalmente dos músculos e do sistema imunológico vem de uma dolorosa rotina de treino intenso. Não basta só sentar e ler como usar uma Espada Bastarda, e nem adianta empunhar a arma e socar um saco de batatas. Flexões, Abdominais, treinamento de mira... tudo é executado todos os dias para fazer com que o corpo se acostume.

O corpo dos humanóides possui músculos, como eu presumo que vocês todos saibam. Tudo acontece depois do treino, enquanto o herói está descansando. Durante o treino através dos exercícios, ele lesa ligeiramente as fibras musculares, sobrecarregando-as. O corpo responde mobilizando sua capacidade de reconstituir os músculos.

Vamos dar um exemplo: Imagine uma célula muscular como uma estrutura, um edifício, e o exercício como um terremoto leve. Depois que o tremor causa uma lesão estrutural no edifício, uma equipe restauradora deve entrar e reconstruí-la. É isso que acontece depois de um treino eficiente.

O músculo, que não está acostumado a carregar determinado peso, por exemplo, é muito exigido durante os exercícios. Para se defender desse sufoco a musculatura cresce – o que acontece essencialmente depois do treino, durante a fase de recuperação.

Além disso, em relação a habilidades manuais de ladinagem, pontaria, acrobacias em geral... Isso vem de uma coisa existente no cérebro chamada Sinapse.

Já ouviu falar que “de tanto tentar você consegue”? No cérebro, existem ligações entre neurônios chamadas “sinapses”. Essas ligações são tudo: Tudo que você aprende fica armazenado nelas, e quanto mais você tem, mais rápido você aprende, age, etc.
Essas sinapses surgem no seu cérebro cada vez que ele se esforça para pensar. Não só fazendo cruzadinhas no banheiro, ou jogando xadrez. Qualquer coisa que seja uma experiência para seu corpo produz sinapses, fazendo o herói ter um instinto mais rápido do que os demais, e consiga aprimorar sempre as suas habilidades. As sinapses fazem como um banco de dados com tudo que “funciona” e o que “não funciona”, fazendo os seus pensamentos passivos serem mais rápidos e experientes.

Portanto, o Poder Marcial é a habilidade corporal adquirida através de anos de treinamento, dores musculares, doenças, calejamento, saltos, quedas, suor, lágrimas e sangue. Seu personagem marcial provavelmente acha o Mago e o Monge dois VIADINHOS.


3. O Poder Arcano

No cosmos, existe energia mágica. Essa energia mágica é a mesma que se manifesta no Caos Elemental, Mar Astral, Agrestia das Fadas, Pendor das Sombras, e QUALQUER LUGAR NO UNIVERSO DO D&D (salvo exceções de campanha... mas isso um dia vocês aprendem. u_u)

Sorvendo essa energia, os heróis arcanos usam essa fonte de poder para gerar uma ampla variedade de efeitos, desde bolas de fogo ou invisibilidade. No entanto, há uma grande diferença entre os modos de utilizar essa fonte de poder.

Por exemplo, os Magos. Eles estudam dia e noite, memorizando palavras complexas que se manifestam com sua capacidade de usar o poder arcano á sua volta. Os bruxos por exemplo, conseguem sua magia através de pactos com criaturas que vão cedendo seus poderes cada vez mais. Ou seja, quanto mais treinado o herói arcano for, maior a capacidade de utilizar magias fortes.

Como podemos ver nas Crônicas de Dragonlance, Raistlin, o mago está completamente debilitado pelo uso de magias arcanas. E é bem assim mesmo que funciona. Nunca se perguntou por que seu feiticeiro nível 2 não pode usar aquela magia ultra poderosa de nível 30? Eis aqui a resposta: ele morre.
Se o herói não está preparado fisicamente, espiritualmente, mentalmente... a magia, com tanta força que tem, mata ele. Isso se ele conseguir invocar a magia, pois em 99% das vezes, magia alguma vai sair de seu implemento.

Para usar o poder arcano, em primeiro lugar, o herói tem que conhecer a energia do cosmos. A mesma energia que de tão acumulada, se manifestou em coisas vivas tais como deuses e primordiais. Após estudar sobre o cosmos e o poder dele (ou ter infundido na mente por alguma entidade), ele começa a tentar usar palavras mágicas, cujo som altera essa energia que está em todo lugar.

Tipicamente, as "Magias" são o uso de energia arcana (energia do cosmos) para manipular energia, converter uma substância em outra, chamar outras criaturas para seu serviço, ou sugar energia alheia. Para os magos, esses feitiços estão geralmente ligados à memória. Assim que magias muito poderosas são usadas pelos Magos, as palavras mágicas que devem ser proferidas simplesmente somem de sua mente, devendo ser estudadas e memorizadas novamente para futuro uso. Eles devem estar sempre estudando, sempre meditando. Já nos feiticeiros, a magia simplemente volta á mente. Para os bardos, os acordes deles ressoam por algum tempo pelo cosmos. Por isso, eles possuem magias "diárias" e "por encontro" : os acordes ainda estão vibrando cosmos afora, e não funcionariam novamente. Para o Lâmina Arcana (swordmage), o que os impede de usar as magias mais poderosas é o desgaste físico, assim como em TODAS as classes marciais. Os métodos de uso do Poder Arcano são: Estudo, Pacto, Movimento (Conjuração por movimento) e Habilidades inatas.


4. O Poder Divino

Os deuses estão no mundo. Eles não são onipresentes, muito menos onicientes, mas estão lá, prontos para ouvir as preces daqueles que dedicam suas vidas à eles. Para os seus servos fiéis, eles cedem uma minúscula parcela de seu poder, auxiliando-os em combate. Eles concedem aos seus fiéis o Poder Divino.

Quando as coisas estiverem difíceis, peça ajuda ao seu deus. Pode não funcionar sempre na vida real, mas no D&D funciona com suas classes que usam o poder divino! Independentemente da classe, seus poderes vêm de preces e orações. Quando um herói quer ser de uma classe divina, ele estuda e vive num monastério de sua divindade. Lá, ele se dedica à religião com tudo que tem. Seus dias, suas horas acordado e dormindo servem apenas para agradar o deus que ele segue.

Após um bom tempo dentro do mosteiro onde vive, o herói passa por um tipo de "cerimônia de iniciação". Claro que ele simplesmente pode ser um menino de rua que atraiu a atenção do seu deus, e é abençoado por ele, mas isso é raríssimo! Através da cerimônia de iniciação, o deus o percebe como um devoto, e SEMPRE está o ouvindo e vendo. Agora, se ele concede seu poder ou não é outra história...

Parte do poder divino fica no corpo do herói. Mas preces, orações e invocações divinas mais poderosas não são bem assim. Começar a pedir pra Bahamut ficar te ajudando a cada segundo faz ele pensar "Eu sou o deus ou o servo aqui?". Por isso cada tipo de oração que o herói aprende já é ensinada com um detalhe: "Use essa oração uma vez por dia!" ou... "por hora!". Afinal, as classes divinas só sabem isso da vida. Se o deus deles se invocar... eles não servem mais para nada!

Os clérigos são devotos que resolvem usar o poder de seu deus para principalmente curar. Usam a luz divina para afastar corpos reanimados e forças das sombras, além de estar sempre procurando curar seus amiguinhos. Já os paladinos resolvem fazer dor. Eles usam seu deus para os ajudar a levar porrada por seus amigos, e também para causar quantidades dolorosas de... dor. Na verdade, todas as classes divinas funcionam basicamente da mesma forma. A diferença é para que fim as preces delas servem.


5. O Poder Primitivo

De acordo com as lendas, quando os deuses guerrearam contra os primordiais na aurora dos tempos, as batalhas se propagaram pelo cosmos por incontáveis séculos .Lentamente os deuses obtiveram vantagem, aprisionando com sucesso ou banindo muitos dos primordiais. Entretanto, essa guerra ameaçou a própria existência do mundo. Poxa, os primordiais inventaram o Tarrasque! Eles não queriam mesmo que os deuses firmassem alguma forma ao mundo! Então, nos últimos dias da guerra, uma nova força se fez conhecida na existência: a expressão espiritual do próprio mundo. O chamado Poder Primitivo.

Esses espíritos primitivos vieram para botar ordem na casa. Eles que declararam o fim do conflito, declarando que o mundo não seria mais o campo de batalha dessas forças opositoras. Isso vocês não esperavam, né? Wink
Sabem por que eu ainda não tinha dito isso? Porque eu queria que vocês todos tivessem o mesmo choque que eu! Tinha coisa a mais no meio desse conflito!

O poder do Mundo Natural então baniu os deuses e primordiais para seus planos natais, e decretaram um equilíbrio: o mundo permaneceria um local onde a matéria e o espírito se misturavam livremente, onde a vida e a morte aconteceriam em um círculo perfeito, onde as estações mudariam em sua roda sem fim e sem interferência. Os deuses e primordiais ainda poderiam influenciar o mundo, mas não governar ele, muito menos ir para ele para trocar sopapos.

Esses espíritos primitivos são incontáveis, desde os fracos demais para terem nomes, até as encarnações mais poderosas da natureza. Eles são espíritos do clima, do vento, de predadores e presas, planícies e florestas, montanhas e pântanos. Com o aumento do conhecimento dos povos do mundo sobre esses espíritos, eles aprenderam a viver em harmonia com criaturas tão poderosas e percebeu-se que depois da morte, a alma de alguns mortais até mesmo se unia a eles, da mesma forma que outras almas migram para o domínio de seus deuses!

Um herói primitivo é como um herói divino. Assim como os divinos canalizam as forças dos deuses, os primitivos canalizam as forças da natureza. Eles estão profundamente ligados ao mundo, enraizados entre o poder divino do Astral Sea, e o turbilhão incessante do Elemental Chaos. Eles tem afinidade com os habitantes da Feywild, que compartilham de seu amor e respeito pelo mundo natural. Alguém aí pensou num Elfo Druida? Tais personagens são inimigos FERRENHOS de criaturas aberrantes, do Reino Distante. A própria existência deles é uma mácula no mundo natural. Também odeiam os demônios, que querem sempre destruir á tudo e a todos... e os mortos vivos, claro. Eles são a violação do círculo natural!

O Poder Primitivo funciona através de evocações. Os heróis literalmente evocam os espíritos através de seus corpos para alterá-los, atacar seus inimigos e alterar o mundo. Eles se transformam em animais, usam a fúria dos animais, evocam espíritos dos animais, controlam a natureza ao seu redor, se comunicam com bichinhos e coisas do tipo. São como que os clérigos da natureza!

Portanto, as classes da natureza, as classes Primitivas (ou Primais) são classes cujo poder é a manifestação das forças da natureza. Eles são selvagens, tanto quanto o bárbaro monstruosamente violento, quanto o Xamã conselheiro e amigo. Os heróis primais são definitivamente amiguinhos do Capitão Planeta de um modo muito mais... Badass Very Happy


6. O Poder Psiônico

Em algum canto distante e inóspito do universo, longe demais de tudo que conhecemos, mais distante que a última camada do Abismo (se é que existe uma última camada no Abismo...), existe um lugar doentio e perturbador. Lá, nenhuma lei natural existe, e tudo é estranho. Beholders, Mindflayers e Aboleths vivem por lá, e ás vezes, essas criaturas dementes vêm fazer uma excursão para o Mundo Natural. No entanto, não são só eles que conseguem distorcer a mente alheia. Existem também outros com essa habilidade! Como disse um guerreiro desse tipo uma vez, "O Reino Distante é uma doença, e nós somos a cura." Esses são utilizadores da força interna. O Poder Psiônico!

As criaturas alienígenas e escravocratas do Reino Distante têm seu poder. Sua mera presença já distorce tudo que acreditamos, causam uma dor mental. Alguns heróis, no entanto, conseguem controlar da mesma forma a mente alheia, e a própria mente. Eles vêm de uma rígida disciplina mental quase impossível de controlar. Seja pelo Ki, seja pela concentração, esses heróis da mente possuem o poder de controlar a parte psíquica da força.

As lendas dizem que esse poder foi transferido para o Mundo Natural através da primeira incursão do Reino Distante por aqui, após a quebra de um portal ancestral... Dizem as lendas que esse portal tinha vida e estava adormecido. Três deuses, no entanto, acabaram infelizmente achando ele, acordando ele... e quebrando ele, muito tempo depois.

Foi assim que as criaturas dos reinos distantes começaram a visitar o mundo natural, com seus poderes que desafiam as leis da lógica, piorando mais ainda a guerra entre deuses e primordiais. Nessa guerra, no entanto, os deuses tiveram que se preocupar com o portal que estava destruindo seus lares. Com isso, eles deixaram os espiritos da natureza pensarem que estavam os banindo, e foram fechar esse uraco que estava consumindo tudo! Então, na verdade, os primordiais baniram os destruidores de tudo e todos, o Caos Elemental... mas talvez se não fosse esse portal... os deuses poderiam ter combatido os espíritos primais, já pensou?

Bem, foi nesse tempo, segundo um monastério de sábios, que os servos mortais dos deuses aprenderam a controlar esse poder da mente, chamado Psiônico. Os Monges dedicados a Ioun então começaram a percorrer os quatro cantos do mundo, ensinando e espalhando esse poder, por mais que ele seja raro até os dias de hoje... afinal humanóides quase nunca conseguem ser tranquilos a ponto de dominar a própria mente.

Alguns especulam aque o Poder Psiônico é uma força que vem dos reinos distantes, outros acreditam que vêm de dentro de todos os seres viventes, apenas precisando ser controlado. Talvez Ioun tenha implantado esses poderes em todos os seres viventes para caso um dia o Reino Distante novamente tente invadir esse mundo com força total... como, não se sabe, mas o Poder Psiônico está com todos. Basta dispertá-lo.

O Poder Psiônico funciona com uma ativação mental. O herói se concentra, até atingir o ápice da concentração, sendo capaz de alterar a realidade para os outros. Ele se concentra nos outros, fazendo eles sofrerem dano mental e entrarem em colapso, alteram a realidade ao seu redor, ou concentram-se no seu próprio corpo, em sua energia, chamada Ki, e fazem seu corpo e mente serem um só, não precisando nem sequer de armas!


7. O Poder das Sombras

Esse poder ainda não tem muita explicação. De alguma forma, o herói consegue adentrar os véus do Pendor das Sombras, e usar seu poder contra os adversários. A única classe existente é a classe "Pay-Per-View" chamada Assassin. Espero mais explicações com o livro "Heroes of Shadow", e então faço uma aula exclusivamente sobre essa fonte de poder.


8. Tipos de Dano

Poderes Astrais, Primais, Divinos... sempre, eles alteram o seu arredor, para causar dor no adversário. No entanto, existem alguns tipos de dor, e eu vou explicar quais são. Sempre saem tipos novos de dano, então vou explicar a maioria deles. Se faltar algum, me avisem que eu coloco aqui na aula!

Ácido - Líquido corrosivo.
Congelante - Cristais de gelo, ventos árticos ou líquidos frígidos.
Elétrico - Energia elétrica.
Energético - Energia invisível moldada em formas incrivelmete resistentes, embora não sejam sólidas.
Flamejante - Explosões de fogo, raios flamejantes ou combustão comum.
Necrótico - Energia negra e púrpura que apodrece a carne e fere a alma.
Psíquico - Os efeitos que visam a mente. Literalmente, dor mental.
Radiante - Luz branca e lancinante ou cores brilhantes. Restart não incluído.
Trovejante - Ondas de choque ou barulhos ensurdecedores, além de dano sonoro.
Venenoso - Toxinas que reduzem a vida das pessoas, ou causam efeitos colaterais.








E aí, rapaziada, o que acharam da aula? Faltou coisa, falei demais? Comentem para que possam ter mais!!! Até amanhã, quem sabe sai aula nova Wink







Comentem para que mais aulas como essa possam estar aqui para vocês!!!

_________________
"Quando a alegria se torna tristeza e o bem estar infortúnio, as almas pacientes extrairão prazer mesmo da dor"- Provérbio Budista


Caminho do Dragão - meu fórum de artes marciais!
http://caminhododragao.forumeiros.com









Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://contosdanevoa.blogspot.com
Ryosuke
Senhor da Guerra
Senhor da Guerra
avatar

Mensagens : 155
Idade : 23
Local : Os que precisam saber, já sabem U_U

MensagemAssunto: Re: [Aula de Fluff do Shaolin 2] Fontes de Poder e Tipos de Dano   Dom Jan 02, 2011 8:35 pm

Cara, ficou excelente, de novo *--*

Aprendi mais coisas que não sabia =D

Continue com essas aulas que eu continuarei lendo. E tenho certeza de que todos estão adorando ^^

Quem diria que esse poder primitivo daria um "Chega pra lá" nos deuses e primordiais xD
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Daniel Martins
Soldado
Soldado
avatar

Mensagens : 113
Local : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: [Aula de Fluff do Shaolin 2] Fontes de Poder e Tipos de Dano   Dom Jan 02, 2011 10:16 pm

Po cara, meus parabéns, tá bem legal o conteúdo, só discordo de uma coisa:


kira_shaolin escreveu:
Por isso cada tipo de oração que o herói aprende já é ensinada com um detalhe: "Use essa oração uma vez por dia!" ou... "por hora!". Afinal, as classes divinas só sabem isso da vida. Se o deus deles se invocar... eles não servem mais para nada!


ñ vejo os poderes sendo aprendidos assim, tipo, "usa esse uma vez só por dia se não o cara lá de cima fica bolado contigo!". Acho que esses poderes q são diários é pq consomem uma certa quantidade de energia, mesmo sendo divinos, que precisam de um dia até que se recarreguem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
kira_shaolin
MOD/Taverna
MOD/Taverna
avatar

Mensagens : 442
Idade : 24
Local : São Paulo/SP

MensagemAssunto: Re: [Aula de Fluff do Shaolin 2] Fontes de Poder e Tipos de Dano   Dom Jan 02, 2011 10:41 pm

Daniel Martins escreveu:
Po cara, meus parabéns, tá bem legal o conteúdo, só discordo de uma coisa:


kira_shaolin escreveu:
Por isso cada tipo de oração que o herói aprende já é ensinada com um detalhe: "Use essa oração uma vez por dia!" ou... "por hora!". Afinal, as classes divinas só sabem isso da vida. Se o deus deles se invocar... eles não servem mais para nada!


ñ vejo os poderes sendo aprendidos assim, tipo, "usa esse uma vez só por dia se não o cara lá de cima fica bolado contigo!". Acho que esses poderes q são diários é pq consomem uma certa quantidade de energia, mesmo sendo divinos, que precisam de um dia até que se recarreguem.

Obrigado por se manifestar. Como no livro do jogador 1 diz, TODA magia consome o corpo. Eu coloquei que os deuses nao querem se sentir meretrizes apenas para adicionar algo. No entando, COM CERTEZA tbm as magias gastam o corpo do cara, e precisam de cooldown!

_________________
"Quando a alegria se torna tristeza e o bem estar infortúnio, as almas pacientes extrairão prazer mesmo da dor"- Provérbio Budista


Caminho do Dragão - meu fórum de artes marciais!
http://caminhododragao.forumeiros.com









Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://contosdanevoa.blogspot.com
Mu, the Padawan
ADM-Geral
ADM-Geral
avatar

Mensagens : 320
Idade : 29
Local : Apucarana/PR

MensagemAssunto: Re: [Aula de Fluff do Shaolin 2] Fontes de Poder e Tipos de Dano   Seg Jan 03, 2011 9:24 pm

Meu colega de classe foi mais rápido dessa vez, comentou primeiro a lição... =/

Muito boa explicação, Shaolin!

Shao Kahn está orgulhoso!

E, agradeço as menções feitas aos clérigos. ^^

Next!

_________________







Spoiler:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://oabismodadiscordia.blogspot.com
HygorAlamo
Entusiasta
Entusiasta
avatar

Mensagens : 39
Idade : 30
Local : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: [Aula de Fluff do Shaolin 2] Fontes de Poder e Tipos de Dano   Dom Jan 16, 2011 6:07 pm

Muito boa as aulas.

Ja virei aluno com certeza.

Meu lugar ja esta reservado na primeira fileira.

No aguardo das proximas aulas.

Vlw.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
gonoli
Iniciante
Iniciante
avatar

Mensagens : 10
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: [Aula de Fluff do Shaolin 2] Fontes de Poder e Tipos de Dano   Qui Jan 27, 2011 6:57 pm

Aula muito boa, os tutoriais não podem parar!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: [Aula de Fluff do Shaolin 2] Fontes de Poder e Tipos de Dano   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Aula de Fluff do Shaolin 2] Fontes de Poder e Tipos de Dano
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» 1º Aula de Script - Colocar um aviso ao iniciar o jogo
» Video Aula #1 Rgss2 script
» Aulas de Pixel Art do Leonardo - Aula 1 - Criação de chars - Cabelo
» #01 Aula Sonoplasta Basico.
» • Aula de Criptografia

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
D&D 4th Edition Brasil :: TUTORIAIS :: Outros Tutoriais-
Ir para: