D&D 4th Edition Brasil
Bem-vindo ao fórum "D&D 4th Edition Brasil"!!!
Comunidade para debater e jogar D&D online.
*Cadastre-se em nosso fórum;
**Adicione-nos aos seus favoritos (CTRL + D);
***Apresente-se! Recebe as boas vindas de nossos membros, e;
****Jogue online o melhor RPG do mundo.

D&D 4th Edition Brasil

Comunidade para discussão e formação de mesas online de D&D 4E!
 
InícioInício  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 [Cenário] O Reino de Karameikos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Tigvæ
Adepto
Adepto
avatar

Mensagens : 94
Idade : 102
Local : Niðavellir

MensagemAssunto: [Cenário] O Reino de Karameikos   Sab Jan 01, 2011 4:03 pm


"Montanhas ao norte, mar ao sul, e tudo mais em um grande declive arborizado entre ambos."

Joshuan Gallidox, aventureiro halfling, sobre a natureza de Karameikos

Karameikos é um reino jovem, que se formou em uma terra muito antiga, e está localizado na costa sul do continente de Brun.

Levando em consideração a sua extensão territorial, Karameikos é pequeno. Um cavaleiro pode viajar desde a sua capital, Mirros, que fica no sul, até Forte do Destino, no extremo oeste, em apenas um dia; até a Vila Rugalov, no extremo leste, em um dia e meio; ou até o Forte da Estrada do Rei, nas Montanhas Altan Tepes, no norte, em dois dias.

Os humanos sempre foram habitantes desse local, que hoje é chamado de Karameikos. Os traladários, um povo que era composto por uma população tradicionalmente rural, são considerados os mais antigos desse reino - existem, no entanto, indícios de uma civilização ainda mais antiga, um povo que se auto-intitulava nítios. Poucas pessoas tem conhecimento de sua existência e, por essa razão, os textos históricos não o mencionam. Os decendentes dos traladários, os traladaranos, foram dominados há mais de 100 anos pelo vizinho Império de Thyatis.

Em toda a sua história, Karameikos teve somente um regente, o Rei Stefan I. Ele era, originalmente, o grão-duque do lugar e governava em nome do Imperador de Thyatis. Há sete anos, Stefan I declarou Karameikos um estado independentee , desde então, busca unir os traladaranos e os thyatianos exilados, utilizando o melhor de cada grupo para compor identidade do povo de Karameikos. Tradicionalistas dos dois lados resistem a essa idéia, o que torna a Corte Real tão perigosa e conflitante quanto as terras selvagens.

Mirros, a capital, é a única metrópole de Karameikos e é nela que a Corte Real reside. Essa vibrante cidade é invadida, constantemente, por refugiados de outras regiões, devastadas por guerras. Associações de ladrões, que vivem em conflito, também circulam por ela e há planos secretos e muitos perigos espalhados por todo seu perímetro.
Este é, portanto, o Reino de Karameikos - uma nação misteriosa e rodeada por densas florestas e cordilheiras. Uma nação dividida pelas suas origens. Um país construído sobre as ruínas de impérios perdidos e cheios de segredos, perigos, jogos de traições e código de honra - uma terra de aventura.


Última edição por Tigvæ em Seg Jan 03, 2011 6:49 am, editado 5 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tigvæ
Adepto
Adepto
avatar

Mensagens : 94
Idade : 102
Local : Niðavellir

MensagemAssunto: As Cidades   Sab Jan 01, 2011 4:05 pm

As Cidades

Muitas das cidades, vilas e fortificações de Karameikos não existiam há 100 anos. Algumas cresceram sobre ruínas das antigas civilizações edificadas por seu povo.

MIRROS - população: 70 mil habitantes.
Capital do Reino de Karameikos e lar do Rei Stefan I, é a única metrópole de prestígio da nação. Um lugar agitado, mas que também possui cantos obscuros. A maior parte dos edifícios é de madeira, tijolo, ou de pedras esculpidas - empregadas nas construções das áreas mais abastadas. As vias principais são pavimentadas com paralelepípedos, mas muitas ruas pequenas e vielas são feitas de terra batida. É uma barulhenta, amontoada e movimentada cidade medieval. Specularum, o antigo nome dado a Mirros quando Karameikos era um ducado, ainda é citado por alguns cidadãos mais conservadores.

KELVIN - população: 20 mil habitantes.
Uma cidade menor, localizada acima do rio Highreach, é quase tão agitada quanto a capital. Ela abriga um castelo central de proporções generosas.

FORTE DO DESTINO - população: 10 mil habitantes.
É um negro castelo fincado em uma comunidade mais a oeste de Karameikos, na vila traladarana de Halag que, aliás, a domina. Antigamente era a base do Baronato da Águia Negra e ainda sofre com a contínua influência maléfica do seu mestre anterior e de suas tropas humanóides.

HIGHFORGE - população: 7.500 habitantes.
Comunidade de gnomos e anões, localizada nas Colinas Wufwolde. Ela é leal à Coroa de Karameikos, mas a maioria dos habitantes segue seus próprios hábitos e costumes. É importante devido, principalmente, às suas minas.

VORLOI - população: 7.500 habitantes.
Comunidade do extremo sul do reino, localizada em um penhasco à beira do Mar do Medo. Seu porto estratégico permite o comércio com Mintothad e Ierendi.

DMITROV - população: 6.500 habitantes.
Cidade letárgica da costa sul. Sua população é muito trabalhadora, porém nada imaginativa. A frase "tão lento quanto Dmitrov em um dia de festa" é uma máxima do reino.

THRESHOLD - população: 5 mil habitantes.
Cidade preferida dos mercadores, pescadores e aventureiros, que fica ao norte de Karameikos, próxima às Montanhas de Cume Negro.

LULN - população: 5 mil habitantes.
É uma larga cidade protegida por grandes muralhas. A proximidade do maléfico Forte do Destino fez com que sua economia fosse arrasada. Atualmente, a cidade está conseguindo se recuperar.

PENHALIGON - população: 3.750 habitantes.
Localizada no caminho entre Kelvin e a fronteira de Darokin à beira da Estrada do Rei, essa cidadela é parada obrigatória de traficantes que viajam pela estrada. É próspera, apesar da contínua ameaça humanóide vinda das colinas.

RIFLLIAN - população: 2 mil habitantes.
Originalmente um estabelecimento élfico, essa cidade funciona como um entreposto comercial entre humanos e os elfos callariis. Seus prédios são, em sua maioria, de madeira, com entalhes complexos em estilo élfico.

KRAKATOS - população: 2 mil habitantes.
É a comunidade mais recente do reino. Até pouco tempo, era o local das ruínas de uma antiga cidade traladarana, escolhido para abrigar a sede da Escola Karameikana de Artes Arcanas. A faculdade já está completa e uma cidade próspera desenvolve-se em torno dela.

SULESCU - população: 950 habitantes.
É uma vila antiga, na costa sul, governada pela mesma família por mais de 300 anos.

MARILENEV - população: 900 habitantes.
É uma vila agrícola em franca decadência, dominada pela Família Marilenev que vive em um castelo. Mirros, antigamente, era chamada Marilenev - mesmo antes de ser batizada de Specularum pelos thyatianos. A capital, aliás, fica oficialmente no Estado de Marilenev.

VANDEVICSNY - população: 900 habitantes.
Localizada em uma floresta de ambiente selvagem na costa sul, é uma comunidade de fazendeiros e lenhadores, isolada do restante do reino.

RUGALOV - população: 650 habitantes.
Uma vila nova que fica à margem do rio de mesmo nome. É o lar de pescadores e barqueiros que transportam pessoas e mercadorias através do rio.

VERGE - população: 500 habitantes.
Situada aos pés das Montanhas de Cume Negro, às vezes é utilizada como rota de fuga para aventureiros que vão para Threshold. Tem sido muito atacada por goblins e gnolls nos últimos vinte anos, e por duas vezes, foi totalmente queimada. Uma nova muralha está sendo construída ao redor da vila.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tigvæ
Adepto
Adepto
avatar

Mensagens : 94
Idade : 102
Local : Niðavellir

MensagemAssunto: As Leis do Rei   Sab Jan 01, 2011 4:06 pm

As Leis do Rei

Karameikos tem suas leis baseadas no modelo thyatiano, que divide os crimes em diferentes classes. O juiz que estiver cuidando do caso é quem determina a punição, analisando as seguintes classes de delito:

Classe 1: Ataque desarmado (incluindo o uso de punhos e de ameaças verbais), roubo, fraude ou o não pagamento da multa. Punição: Multa varia entre 1 e 10 royals ou um dia na prisão, ou ambos.

Classe 2: Ataque com armas improvisadas (incluindo as usadas em brigas), roubo, fraude ou o não pagamento da multa. Punição: Multa varia entre 10 e 100 royals ou cinco semanas na prisão, ou ambos.

Classe 3: "Fuga" (escapar das autoridades), calúnia, ou falso testemunho, roubo, fraude ou o não pagamento da multa. Punição: Multa varia entre 100 e 1.000 royals ou seis meses na prisão, ou ambos.

Classe 4: Assalto à mão armada (uso de armas letais ou magias), expor alguém ao perigo (pelas palavras ou ações, incluindo induzir alguém ao linchamento), causar a morte de alguém involuntariamente, roubo, fraude ou o não pagamento da multa. Punição: Multa varia entre 1.000 e 10 mil royals ou um ano na prisão, ou ambos.

Classe 5: Tentativa de assassinato em legítima defesa, roubo, fraude ou o não pagamento da multa. Punição: Multa varia entre 5 mil e 30 mil royals ou de 1 à 5 anos na prisão, ou ambos.

Classe 6: Tentativa deliberada de homicídio, assassinato em legítima defesa, motim em tempos de paz. Punição: Multa varia entre 10 mil e 60 mil royals ou de 5 à 30 anos na prisão, ou ambos.

Classe 7: Assassinato deliberado, traição, motim em tempos de guerra. Punição: Morte.

Outros crimes, não citados, podem se encaixar nas situações descritas aqui - afinal essa é uma lista parcial.
Algumas comunidades do reino, aliás, possuem suas próprias leis locais.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: [Cenário] O Reino de Karameikos   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Cenário] O Reino de Karameikos
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Reino do Campo de Batalha
» Davenon:O Ultimo Reino Online
» Reino da Magia RPG [Parceria]
» Reino de Petra
» [D20] Steampunk - Iron Kingdoms

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
D&D 4th Edition Brasil :: MESA DE JOGO :: Play-by-Forum :: Mestre Tigvæ-
Ir para: